domingo, 26 de dezembro de 2010

UFRJ em Movimento - Manifesto de Apoio

É tempo de escolhermos o próximo Reitor para a nossa universidade. É tempo de avaliarmos os caminhos já percorridos e refletirmos sobre os que ainda temos a percorrer. É tempo de aproveitarmos as condições favoráveis pelas quais passa o Brasil e construirmos a UFRJ que queremos e que o Brasil e o Rio de Janeiro precisam. É tempo de ousarmos e conquistarmos nossas utopias!
Internamente, respira-se um clima de cordialidade e de respeito às diferenças, o que nos permitiu, nos últimos anos, avançar e implementar vários “projetos verdadeiramente universitários”. Enfrentamos autocríticas difíceis e saímos delas fortalecidos. Mas precisamos continuar avançando!
Externamente, após um longo período de estagnação, restrições e até mesmo retrocessos, quando o ensino universitário era apenas um detalhe menor na agenda nacional, estamos testemunhando agora esforços concretos na defesa da universidade pública e de qualidade. A nova conjuntura produziu ecos e está sustentando importantes projetos de transformação e de expansão das nossas Universidades Federais.
A UFRJ já demonstrou seu engajamento nesse projeto de mudanças e está firmemente empenhada em atender as necessidades contemporâneas da ciência, das artes, das múltiplas formas de produção e difusão de saberes e culturas, numa sociedade desafiada por dramáticas desigualdades. O nosso Programa de Reestruturação e Expansão (PRE), o nosso Plano Diretor UFRJ 2020 e as recentes mudanças adotadas nos mecanismos de acesso aos nossos cursos de graduação indicam a direção para onde queremos caminhar.   
O papel histórico da UFRJ no cenário nacional, sua dimensão, a diversidade e a qualidade das nossas atividades exigem que olhemos para objetivos mais amplos, com perspectivas que vão além de uma gestão e projetem a universidade num processo de transformação social.
Animados por essas perspectivas e expectativas, estamos lançando publicamente, através deste manifesto, a Chapa UFRJ em MOVIMENTO - Carlos Levi e Antonio Ledo, aos cargos de Reitor e Vice-Reitor nas próximas eleições da UFRJ.
Vemos nesta candidatura o forte compromisso e entusiasmo com a consolidação das recentes conquistas de nossa universidade. Estamos certos de que estes colegas continuarão empenhados em reafirmar e ampliar estas conquistas, assegurando a irreversibilidade e continuidade do processo de mudanças.
Nos próximos meses, a Chapa UFRJ em Movimento estará discutindo suas idéias, recebendo sugestões e propostas de todos os segmentos de nossa comunidade para a elaboração de um programa detalhado. Mas, desde já, afirmamos os compromissos centrais, princípios gerais e diretrizes estruturantes que estarão na base deste programa:
- a reafirmação da nossa intransigente defesa da autonomia universitária em todos os níveis e aspectos;
- o respeito à prática da democracia nos procedimentos internos e nas repercussões e resultados das atividades universitárias, incluindo, desde já, o reconhecimento dos resultados eleitorais definidos pela apuração paritária dos votos das três categorias que compõem a Comunidade UFRJ;
- a sustentação da reestruturação e da expansão acadêmicas, assegurada a melhoria contínua das condições materiais e a qualidade das atividades de ensino, pesquisa e extensão, incluindo a consolidação do Pólo de Xerém e do Campus Macaé; as inovações e flexibilizações curriculares, de modo a modernizar, enriquecer e alargar a formação dos alunos; a ampliação da oferta de cursos noturnos e à distância; a incorporação de práticas sustentadas por ampla e intensa utilização de tecnologias de informática. Esses objetivos têm como condição preliminar jamais transigir com a qualidade das nossas atividades de ensino, pesquisa e extensão. Da qualidade e da excelência acadêmicas jamais abriremos mão!
- o apoio às iniciativas que estimulem as ações integradoras e que possam reverter o quadro de fragmentação, ainda presente no cotidiano da UFRJ, incluindo os esforços para viabilizar a concentração das atividades acadêmicas na Cidade Universitária; o compartilhamento racional de recursos materiais e humanos para apoio às atividades acadêmicas; o envolvimento multi-institucional na formação dos alunos;
- a implantação de procedimentos estáveis, permanentes e mais do que tudo, construtivos, de Avaliação das atividades universitárias que explicitem as necessidades e expectativas institucionais, e que permitam a revisão e reorientação dessas atividades, quando se fizer necessário;
- o compromisso estratégico com a melhoria da qualidade da educação básica em nosso país, intensificando agora nossas ações junto a esse setor educacional que hoje agoniza e representa um enorme gargalo no desenvolvimento de nosso país. Trata-se de uma cruzada nacional de máxima importância e urgência. A UFRJ pode e deve ampliar o escopo do seu envolvimento e participação!
- o compromisso com ações que visem a agilizar e racionalizar a gestão administrativa e os trâmites internos em nossa universidade que ainda apresentam entraves para o desenvolvimento e progresso das atividades acadêmicas.
- o resgate e a revalorização do papel e do lugar das atividades culturais e artísticas e da formação crítica como elemento essencial à afirmação de uma verdadeira Universidade.

CANDIDATO A REITOR:                
Carlos Levi - Professor Associado da Escola Politécnica e da COPPE. Foi Coordenador Geral do Laboratório de Tecnologia Oceânica - LabOceano. Atual Pró-reitor de Planejamento e Desenvolvimento.

CANDIDATO A VICE-REITOR:
Antônio Ledo - Professor Titular da Faculdade de Medicina. Foi Diretor Geral do Instituto de Puericultura Pediatria Martagão Gesteira – IPPMG. Atual Diretor da Faculdade de Medicina.

2 comentários:

  1. Está difícil chegar no manifesto, tem que rolar o blog até o fim, acho que seria legal a existência de um atalho.
    Abraços

    ResponderExcluir
  2. Belissimo manifesto!

    ResponderExcluir